Jogadores!

Como todos sabem, estamos fazendo todo o possível para acabar com a trapaça no PUBG. O objetivo final é criar um ambiente para jogadores que esteja completamente protegido contra hackers e trapaceiros.

Nós levamos isso a sério. Desenvolver, vender, promover ou usar programas de hacks/cheats não autorizados, não é apenas injusto para outras pessoas que jogam PUBG – em muitos lugares, também é contra a lei.

Atualizamos as nossas medidas de segurança, melhoramos as nossas soluções anti-cheats e recentemente até adicionamos uma nova solução anti-cheat. Enquanto isso, também estamos continuamente reunindo informações sobre desenvolvedores e vendedores de hacks e temos trabalhado bastante com vários parceiros e autoridades judiciais para levar essas pessoas à justiça.

No dia 25 de abril, 15 suspeitos foram presos por desenvolver e vender programas de hacks/cheats que afetam o PUBG. Foi confirmado que o código malicioso, incluindo o software Trojan, foi incluído em alguns desses programas e foi usado para roubar informações do usuário.

Veja algumas informações traduzidas das autoridades locais com as quais trabalhamos neste caso:

15 principais suspeitos, incluindo “OMG”, “FL”, “火狐”, “须弥” e “炎黄” foram presos por desenvolver programas de hack, hospedagem de lojas para programas de hacks e transações de intermediação. Atualmente, os suspeitos foram multados em aproximadamente 30 milhões de RNB (US$ 5,1 milhões). Outros suspeitos relacionados a este caso ainda estão sendo investigados.

Alguns programas de hacks que estão sendo distribuídos pela Internet incluem um vírus de cavalo de Tróia * (vírus chinês) Huigezi. Ficou provado que os criadores de hacks usavam esse vírus para controlar os PCs dos usuários, escanear seus dados e extrair informações ilegalmente.

O rumor que os programas de hacks/cheats extraem informações dos PCs dos usuários foi confirmado como verdadeiro. Usar programas ilegais não só perturba os outros, mas pode resultar no roubo de suas informações pessoais.

Continuaremos reprimindo os programas de hacks/cheats (e seus criadores) até que nossos jogadores estejam livres para batalhar em um ambiente totalmente justo.