PUBG Mobile, versão para celulares Android e iPhone (iOS) do popular Battle Royale PlayerUnknown’s Battlegrounds (PUBG), é um dos jogos mais baixados nas lojas de aplicativos. Com mais de 50 milhões de jogadores conectados diariamente, o game já é considerado um dos maiores sucessos dos smartphones. O game também conta com conquistas impressionantes e curiosidades que podem ser desconhecidas para a maioria dos jogadores. Confira, a seguir, cinco informações curiosas sobre PUBG Mobile.

PUBG Mobile é um dos games mais populares no Brasil

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Mobile Time e Opinion Box, a versão mobile do PUBG está entre os cinco jogos mais baixados pelos brasileiros nos smartphones em 2019. É a primeira vez que ele aparece no ranking, mas já conta com uma base de jogadores que corresponde a 2% dos 954 internautas entrevistados. O rival Free Fire Battlegrounds lidera a lista, com 12% de citações.

Jogo está entre jogos dos mais baixados nas lojas de aplicativos brasileiras — Foto: Divulgação/Tencent

Números impressionantes

Em junho de 2019, o Battle Royale da Tencent chegou a 400 milhões de downloads. O valor, que é um dos mais altos para jogos do gênero, não inclui as atividades do PUBG Mobile na China. No país asiático, o game chegou a ter 70 milhões de jogadores ativos diariamente antes de ser desativado e substituído pelo título Game for Peace. O número surpreende também pela rapidez em que chegou à marca: na primeira semana após o lançamento, PUBG Mobile foi o jogo mais baixado em 100 países, e em apenas quatro meses atingiu 100 milhões de downloads.

PUBG Mobile bateu recorde ao arrecadar US$ 146 milhões em junho de 2019 — Foto: Divulgação/Tencent

Quatro países já proibiram o game

Em julho deste ano, a Jordânia, nação do Oriente Médio, se juntou à China, Iraque e Nepal na lista de países que proibiram o PUBG Mobile. Todas as regiões mencionadas justificaram a atitude devido à violência que o jogo aborda. A China, no entanto, foi o único local no qual a Tencent contornou a situação. A distribuidora lançou o Game for Peace no país, um game com temática antiterrorista e que obedece às leis chinesas.

Na versão chinesa do PUBG, não há sangue e jogadores dão tchau quando são eliminados — Foto: Divulgação/Tencent

Referência ao “chicken dinner”

A famosa frase “winner winner chicken dinner”, que aparece na tela ao vencer uma partida do PUBG original, ganhou uma referência no modo treinamento do game Mobile. Ao escalar um guindaste da área, o jogador pode encontrar uma galinha – chicken, em inglês – e um traje Ghillie, a famosa roupa usada para camuflagem nas áreas verdes dos mapas, e que normalmente só é encontrada nos drops das partidas.

Galinha do PUBG virou um ícone entre os jogadores — Foto: Reprodução/YouTube Gamer Mobile

Trajes escondidos nos lobbies

Nos lobbies dos mapas Erangel e Miramar, o jogador pode encontrar dois trajes escondidos. Ambos ficam disponíveis para qualquer player, desde que ele consiga escalar os contêineres e chegar até as roupas. No entanto, os uniformes duram apenas uma partida.

Só há um conjunto de trajes especiais disponível por lobby — Foto: Reprodução/Thaime Lopes

Via TechTudo, eSports ObserverGamer MobileHollywood Reporter, Panorama Mobile Time/Opinion Box, Reuters e The Financial Times