A GLL LATAM Masters 2019 de PlayerUnknown’s Battlegrounds (PUBG) terminou com a Team Singularity e Bitloft como vitoriosas. As equipes conquistaram a maior parte da premiação de US$ 50 mil (R$ 193 mil) e também as vagas no GLL Grand Slam 2019, torneio com as melhores equipes do Ocidente, que será disputado na Suécia.

As duas equipes são compostas por jogadores latino-americanos. A Singularity conta com três argentinos e um uruguaio, enquanto a Bitloft é mais mista, com um chileno, um uruguaio e dois argentinos.

Um fato curioso é que ambos os times conseguiram as primeiras colocações no torneio por conta de número de abates – foram mais de 10 eliminações em diversas rodadas – a Team Singularity fez 17 pontos de abates no round 5, por exemplo.

A equipe brasileira mais bem colocada foi a FURIA, que ficou na 3ª posição com nove pontos atrás da Bitloft, a segunda colocada.

O Top 8 da GLL LATAM Masters 2019 terminou com:

  • 1º Team Singularity – US$ 15 mil (aproximadamente R$ 58 mil) e vaga no GLL Grand Slam
  • 2º Bitloft – US$ 11 mil (R$ 42 mil) e vaga no GLL Grand Slam
  • 3º FURIA – US$ 8 mil (R$ 30 mil)
  • 4º PRONETAGEM – US$ 6 mil (R$ 23 mil)
  • 5º Black Dragons – US$ 4 mil (R$ 15 mil)
  • 6º Laranja Mecânica – US$ 3 mil (R$ 11,5 mil)
  • 7º Furious Gaming – US$ 2 mil (R$ 7,7 mil)
  • 8º FK Team – US$ 1 mil (R$ 3,8 mil)

Com as duas vagas latino-americanas da GLL Grand Slam já preenchidas, resta apenas o último espaço que será dado ao campeão da LA League Season 3, torneio que começa em 13 de junho.

Via Versus