Do site oficial PUBG.com

Taxa de quadros e cadência de tiro

Neste artigo, explicamos uma questão sobre o FPS que afeta a Cadência de Tiros e o que estamos fazendo para ajudar a aliviá-lo no PUBG

Soubemos que a comunidade anda falando de como a taxa de quadros afeta a cadência de tiro de certos jogos, inclusive do PUBG, então queremos contar um pouco de por que o problema acontece e o que estamos fazendo para corrigi-lo no nosso jogo.

O sistema atual de rajadas de tiro ou disparo automático depende de certos cronômetros — ou gatilhos, por assim dizer. Um cronômetro executa uma função após a passagem de um tempo predeterminado. No nosso servidor de jogo atual, esse tempo depende diretamente da cadência de tiro. Logo que o tempo do cronômetro passa, ele executa a ação no quadro possível seguinte, pois não pode executá-la entre quadros. Se a arma continua a disparar, o jogo estipula um novo cronômetro com o mesmo tempo fixo.

Assim, às vezes podem haver erros ou discrepâncias entre o momento esperado do disparo e a execução do cronômetro, que podem ir de 0 à duração total de um quadro (deltas segundos). Quanto menos quadros por segundo, maior a duração dos quadros e portanto maior o erro possível. Além disso, o PUBG não permite mais de uma bala por quadro. Durante rajadas automáticas, os erros podem se acumular com o tempo, agravando o problema. Nesse raciocínio, armas que disparam mais rápido costumam sofrer mais do que as que atiram mais devagar.

Solução

Implementamos um conserto na última atualização do servidor de teste do PUBG para aliviar o problema. Sem entrar em detalhes técnicos demais, nossa solução busca minimizar a discrepância entre o momento de tiro esperado e a execução real do cronômetro. Para isso, modificamos o tempo do cronômetro por uma porção da duração dos quadros. O conserto não soluciona o problema em caráter definitivo, mas na média os erros devem ficar mais próximos de 0, e os que acumularem terão a diferença reduzida a cada disparo, de modo a tornar mais consistente a cadência de tiro esperada.

Agora que a cadência de tiro é mais estável e não depende da taxa de quadros, alguns jogadores poderão perceber que deve ficar mais difícil controlar o coice, principalmente em armas com alta cadência de tiro em configurações com poucos quadros por segundo. Essas armas ainda precisam respeitar a regra de 1 bala por quadro, então quem jogar abaixo de 20 quadros por segundo vai perceber menos cadência de tiro em armas como a Micro UZI.

O problema afeta vários jogos, como nossa comunidade apontou, mas esperamos que as alterações possam ao menos melhorar a discrepância entre aqueles com taxa de quadro altíssima e quem tem uma configuração de hardware mais convencional. Como de costume, estamos sempre abertos a mais feedback e queremos saber como a solução funcionou para vocês.

— Equipe do PUBG